Memphis – TN

Em fevereiro desse ano viajei para o Tennessee, estado famoso pela música country, whiskey e o churrasco de costela de porco. Escolhemos alugar um carro no aeroporto de Atlanta e dirigir até Memphis. Foram umas cinco horas de estrada. Atravessamos o estado da Georgia, o Alabama e o Mississippi! Foi muito legal ver as placas dos estados quando atravessamos as fronteiras, mas também bastante cansativo.

Para não passar perrengue, imprimimos o percurso do Google Maps para acompanhar junto do GPS. Dica de quem já ficou sem sinal na estrada!

O primeiro lugar que visitamos foi o complexo Graceland, onde fica a mansão do Elvis Presley.

Como a entrada é beeem salgada (no mínimo 70 dólares por pessoa caso queira entrar na mansão), escolhemos olhar só as lojas de souvenirs e a parte do complexo onde fica o avião particular do Elvis. Mesmo assim pagamos 10 dólares de estacionamento. Acredito que se pesquisar direitinho o caminho é possível ver a casa do Elvis de longe, mas isso eu só descobri depois.

De lá seguimos para a icônica Beale Street, rua onde nasceu o Blues.

Provavelmente pelo dia da semana, o lugar estava bem vazio e me senti um tanto insegura (até porque um senhor aparentemente alcoolizado veio falar comigo, não entendi uma palavra, e ele nos seguiu até dentro de uma loja e só foi embora quando viu a vendedora…), mas li que na sexta e no sábado tem policiamento na rua, então deve dar para aproveitar melhor. Como estávamos de carro, paramos em um estacionamento (pago) próximo ao local.

Outro ponto famoso da cidade é o rio Mississippi. Ele cruza uma grande parte dos Estados Unidos. No verão é possível fazer um passeio de barco pelo rio e atravessar a ponte caminhando até o Arkansas.

Pelas fotos dá para perceber que o tempo não estava lá essas coisas, né? Pegamos temperaturas entre 2º e -6º graus com chuva!

Também visitamos a Victorian Village, uma região com mansões do século 19.

O local que eu mais gostei da cidade foi a Overton Square! É uma quarteirão cheio de restaurantes fofos onde dá para andar a pé tranquilamente.

Mas e a tal da costela? Ta aí! Uma porção gigantesca, assim como todos os pratos de comida que pedi nos Estados Unidos.

Infelizmente, Memphis também é conhecida por ser onde Martin Luther King Jr. foi assassinado. Hoje, nos arredores de onde ficava o Lorraine Motel, funciona o National Civil Rights Museum. O museu é muito bem avaliado e estava no meu roteiro, mas acabei não visitando. Outros lugares indicados são o Hotel Peabody e o Sun Studio, onde músicos como Elvis Presley, B.B. King e Johnny Cash gravaram seus álbuns.

Confesso que a cidade não me conquistou. Possivelmente pela época do ano que me deixou insegura com as ruas vazias, mas também achei que a glória da cidade ficou em suas memórias do passado, sabe? Esse abandono ficou ainda mais evidente quando conhecemos a capital do estado, Nashville.

Já sabem qual o nosso próximo destino, né? Até breve!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s