Nashville – TN

A capital do Tennessee respira música! Nashville é conhecida principalmente pela música country e gospel, mas artistas de diversos estilos musicais já passaram por lá: Johnny Cash, Dolly Parton, Taylor Swift, Bon Jovi, The Black Eyed Peas, Kings of Leon, Paramore, Ed Sheeran, Miley Cyrus… a lista é grande. Fiz até uma playlist para escutar no carro. 🙂

Visitamos a cidade em fevereiro e começamos o tour batendo ponto no famoso mural #WhatLiftsYou #NashvilleGulch no bairro The Gulch. Há várioos murais fotogênicos pelas ruas. Aliás, Nashville é toda cool.

Esbarrar nesse mural na verdade foi uma bela de uma coincidência, já que estávamos indo almoçar na Burger Republic.

Admito que beber milkshake no frio não é a melhor ideia para quem tem rinite, mas tava tão bom…

Esse cara aí embaixo é o Jack Daniel. Pedi o hambúrguer “The Tennessee” que vinha com Jack Daniel’s na receita. A destilaria fica lá perto e é possível fazer um bate e volta saindo de Nashville.

 

O céu azul disfarça bem a temperatura de -7º graus, mas mesmo no frio o astral da cidade é incrível!

Essas fotos foram tiradas de cima da John Seigenthaler Pedestrian Bridge.

Acima está o Nissan Stadium.

Subimos a Broadway e estava tocando Take me Home, Country Roads em um dos bares. Pensa numa vibe boa. 🙂

 

Abaixo está a Bridgestone Arena, a casa dos Nashville Predators, time de hockey no gelo.

Tentamos visitar a Heaven’s Door, destilaria do Bob Dylan, mas chegamos ao local e não era bem o que esperávamos. A previsão era de inaugurar esse ano, mas com a pandemia não sei como ficou.

Então continuamos dirigindo por aí…

… e fomos até a Urban Outfitters! Olha que graça as bandeirinhas na frente da loja. Era Valentine’s Day. ❤

Encerramos o dia no The Mall at Green Hills, um shopping ótimo com várias lojas legais como a Lush e Amazon Books, a livraria física da Amazon.

Eu gostaria muito de ter visitado o The Parthenon no Centennial Park, uma réplica do Partenon grego, mas foi uma visita rápida e não deu tempo. Aliás, na música Invisible String do novo álbum da Taylor Swift ela diz “Green was the color of the grass where I used to read at Centennial Park” (em tradução livre: verde era a cor da grama onde eu costumava ler no Centennial Park), em referência a esse local.

Nashville definitivamente deixou um gostinho de “quero mais”! 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s